História dos caracteres

A Fascinante História dos Caracteres Chineses

A história dos caracteres chineses, também conhecidos como hanzi (汉字), é rica, fascinante e remonta a milhares de anos. Sua evolução é um testemunho da profundidade da cultura chinesa e da sua influência global. Vamos dar uma olhada em alguns fatos e datas importantes que moldaram a história desses caracteres emblemáticos:

Origem

Apesar de ser difícil traçar a sua história, sua origem é possivelmente anterior a dinastia han no século 13 antes de Cristo onde encontramos os primeiros registros desta escrita em ossos de animais. Os primeiros registros de escrita chinesa datam de cerca de 3.500 anos atrás, durante a dinastia Shang (c. 1600–1046 a.C.). Essa forma primitiva de escrita, conhecida como “escritura oracular”, era gravada em ossos de animais ou cascos de tartaruga e utilizada para registrar adivinhações rituais.

Apesar de todo esse tempo os caracteres não ficaram obsoletos como as escritas cuneiforme e os hieróglifos que tem mais de cinco mil anos de história. Muito pelo contrário, um dos fatores que contribuíram para o desenvolvimento e crescimento da China até hoje, certamente foi a sua escrita.

EscritaIdade AproximadaLocal de OrigemExemplos de Uso
ChinesaCerca de 3.500 anos atrásChinaRegistros em ossos da dinastia Shang, desenvolvimento contínuo até os dias atuais
SumériaCerca de 5.000 anos atrásMesopotâmia (atual Iraque)Registros em tabuletas de argila, como as encontradas em Uruk
EgípciaCerca de 5.000 anos atrásEgitoHieróglifos gravados em templos, tumbas e papiros
IndusCerca de 4.500 anos atrásVale do rio Indo (atual Paquistão)Símbolos encontrados em selos, artefatos e cerâmicas, como os de Mohenjo-Daro
CuneiformeCerca de 5.000 anos atrásMesopotâmia (atual Iraque)Inscrições em tabuletas de argila, usadas para registros contábeis, leis e literatura
HebraicoCerca de 3.000 anos atrásReino de IsraelUso em textos religiosos, como a Torá e outros textos judaicos
AramaicoCerca de 3.000 anos atrásAntigo Oriente MédioAmplamente utilizado como língua franca na região
PortuguêsCerca de 800 anos atrásReino de PortugalEvolução do latim vulgar, usado como língua oficial de Portugal e várias outras nações

Padrões e Padronização

Durante a dinastia Zhou (c. 1046–256 a.C.), a escrita chinesa começou a se padronizar. Caracteres semelhantes foram agrupados em classes e os primeiros dicionários de caracteres chineses foram compilados.

Ao longo dos séculos, os caracteres chineses continuaram a evoluir. Durante a dinastia Han (206 a.C. – 220 d.C.), o estilo de escrita conhecido como “clerical” (隶书) tornou-se dominante para uso oficial. Mais tarde, durante a dinastia Tang (618–907 d.C.), a “escrita regular” (楷书) emergiu como a forma padrão de escrita.

A História dos Caracteres e a Unificação do Império Chinês

Uns duzentos Anos Antes de Cristo seu primeiro imperador Qinshihuang usou a escrita para unir todos os povos do território chinês. Em 221 a.C., a dinastia Qin unificou a China e implementou várias reformas, incluindo a padronização da escrita.

Este período viu a introdução dos primeiros caracteres padronizados, que formaram a base para os caracteres modernos. Até hoje, apesar da China ter diversos dialetos, todos eles usam a mesma escrita.

Mesma Escrita Para Diferentes Idiomas

Como os caracteres chineses são símbolos que representam conceitos ou ideias eles podem ser lidos de diferentes formas, por isso, não precisam da língua falada para transmitir uma mensagem, tanto que, os caracteres chegam a ser usados em outros dialetos e idiomas como no caso do Japão e Coreia do Sul.

Então por meio da escrita um falante de Mandarim pode se comunicar com um falante de cantonês ou japonês embora esses idiomas sejam diferentes. Existem dois tipos de caracteres, os tradicionais, que são mais antigos e usados em Taiwan, HongKong e Macau e, os caracteres simplificados, usados pela República popular da China desde a década de 50.

Além disso, a história dos caracteres chineses exerceram uma grande influência em outras culturas do leste asiático, incluindo Japão, Coreia e Vietnã. Esses países adotaram a escrita chinesa e adaptaram-na aos seus próprios idiomas, criando sistemas de escrita derivados dos caracteres chineses.

História dos Caracteres e Sua Simplificação

Um dos motivos da simplificação foi para diminuir o número de traços e facilitar a leitura e escrita, por isso apenas os caracteres mais complexos foram simplificados. Aproximadamente 3 mil caracteres foram simplificados. O que representa um número bem pequeno, porque a língua chinesa contém mais de 40.000 caracteres diferentes que são classificados de 6 formas. Mas se requer apenas o conhecimento de três a quatro mil caracteres para ser considerado fluente.

A história dos caracteres chineses é verdadeiramente cativante, refletindo não apenas o desenvolvimento da linguagem escrita. Mas também as mudanças sociais, políticas e tecnológicas ao longo dos milênios. Eles continuam a desempenhar um papel vital na cultura chinesa e na comunicação global até os dias de hoje.

Deixe um comentário

17 + treze =