Laoshi Online

As maiores empresas chinesas no Brasil

Como é amplamente noticiado, nos últimos anos, as empresas chinesas cresceram a ponto de se tornarem gigantes do mercado global competindo com empresas americanas. Muitas dessas empresas já atuam no Brasil e separamos algumas delas para você conhecê-las melhor.

Sinopec

A Sinopec ou Zhōngguó Shíhuà (中国 石化) em chinês, é uma empresa de petróleo e gás com sede em Pequim. Só para vocês terem uma ideia, o Sinopec Group é o maior conglomerado petroquímico, de gás e refino de petróleo do mundo. Os negócios da Sinopec incluem exploração, refino e comercialização de petróleo e gás; produção e vendas de produtos petroquímicos, fibras químicas, fertilizantes químicos e outros produtos químicos; armazenamento e transporte por dutos de petróleo bruto e gás natural; importação, exportação e agência de importação / exportação de petróleo bruto, gás natural, produtos petrolíferos refinados, produtos petroquímicos e outros produtos químicos. Também produz etanol e diversos biocombustíveis como biodiesel e combustível de jato verde, de resíduos de óleo vegetal.

Em 2010, a Repsol Brasil realizou uma ampliação de capital em parceira com a Sinopec. Criando, assim, a Repsol Sinopec Brasil. A espanhola Repsol manteve uma participação de 60% na Companhia e a chinesa Sinopec detém os outros 40%.

State Grid

A State Grid (SGCC) é uma empresa estatal chinesa que atua no setor de energia elétrica. Ela é a maior empresa de serviços públicos do mundo e, em 2020, chegou a ser a quarta maior empresa do mundo em receita. Mesmo antes disso, ela já atingia números bem expressivos, como em 2016/17, quando foi relatado um número de 927.839 funcionários, 1,1 bilhão de clientes e receita equivalente a US $ 363.125 bilhões.

No Brasil, ela Atua desde 2010 e está presente em 12 estados. A State Grid já chegou a investir cerca de US $ 11 bilhões no setor elétrico brasileiro

 

Huawei

Muitos de vocês já devem conhecer a Huawei (华为) por seus aparelhos celulares. Mas essa empresa vai muito além disso. Ela projeta, desenvolver e vende equipamentos de telecomunicações e eletrônicos de consumo.

Inicialmente focada na fabricação de aparelhos telefônicos, a Huawei expandiu seus negócios para incluir a construção de redes de telecomunicações, fornecimentos de serviços e equipamentos operacionais e consultoria para empresas dentro e fora da China e fabricação de dispositivos de comunicação para o mercado consumidor.

A Huawei implantou seus produtos e serviços em mais de 170 países e áreas. Chegou a ultrapassou a Ericsson em 2012 como o maior fabricante de equipamentos de telecomunicações do mundo, e também ultrapassou a Apple em 2018 como o segundo maior fabricante de smartphones do mundo, mas ficando atrás da Samsung. Pouco tempo depois, em julho de 2020, a Huawei ultrapassou a Samsung e a Apple para se tornar a principal marca de smartphone (em número de telefones vendidos) no mundo pela primeira vez. Isso aconteceu principalmente por causa de uma queda nas vendas globais da Samsung no segundo trimestre de 2020, devido ao impacto da pandemia COVID-19.

 

Xiaomi

A Xiaomi é uma outra empresa multinacional do ramo da tecnologia e manufatura de produtos eletrônicos com sede em Pequim. Algo interessante sobre o nome da empresa em chinês pronunciado Xiǎomǐ, é que seus caracteres 小米 são traduzidos como pequeno arroz respectivamente.

Atualmente a Xiaomi é 5.ª maior fabricante de Smartphones do Mundo, com uma fatia de 10% do mercado global de Smartphones.

Algumas de suas realizações desde a sua criação incluem: tornou-se a empresa recém-lançada de tecnologia mais valiosa do mundo, no final de novembro de 2014; Em 2017, foi eleita como a 5.ª marca chinesa com maior presença global, atrás da Lenovo, Huawei, Alibaba e Elex Tech; Em junho de 2019, ela entrou pela primeira vez no ranking das 100 Marcas Mais Valiosas do Mundo, ocupando uma 74ª colocação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

17 + quatro =

Rolar para o topo